Jornalistas e mestre em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UNB), Sônia Filgueiras tem mais de 25 anos experiência nas áreas de radiojornalismo, telejornalismo, imprensa escrita e assessoria de comunicação.

Atuou em veículos de circulação nacional O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo e Revista Isto É, em Brasília, entre outros. Em assessoria de imprensa, integrou a equipe dedicada ao atendimento a jornalistas estrangeiros na Secretaria de Comunicação da Presidência da República e coordenou a assessoria de imprensa do Banco Central do Brasil.

Em sua passagem pela revista IstoÉ, ganhou os prêmios Barbosa Lima Sobrinho (Prêmio Embratel) de 2003, com Amaury Ribeiro Júnior, e Esso na categoria Informação Econômica (2004) com Weiller Diniz.

Foi também integrante da equipe ganhadora do Prêmio Esso de Jornalismo de 2001. Ainda pela IstoÉ, foi finalista do Esso em 1996 (com o trabalho “A Pasta Cor de Rosa”, na categoria Informação Econômica), em 2002 (com Weiller Diniz, na categoria Reportagem pela matéria “Um vice de US$ 15 milhões”) e em 2005 (categoria Reportagem com o trabalho “O Caminho do Dinheiro”, com Amaury Ribeiro Jr).