As fotos que publicamos diariamente nas redes sociais falam muito sobre nós. Quando se trata de figura pública, há especialistas dedicados a interpretar e descrever, a partir da foto, a personalidade de quem posta. Foi o que aconteceu com a primeira dama dos Estados Unidos, Melania Trump.

Após analisar 470 fotografias postadas em redes sociais antes de seu marido assumir o posto de presidente da maior potência mundial, a documentarista Kate Imbach concluiu que Melania se recusa a mudar para a Casa Branca por não se sentir no papel que a história lhe impôs, mas uma “Rapunzel sem príncipe nem trança, trancada em uma torre por sua própria vontade, satisfeita com a previsibilidade de sua vida e com a repetição de seu próprio cativeiro”, conforme disse ao apontar que Melania está sempre sufocada pelo marido.

Imbach ficou intrigada com o fato de Melania não mudar para Washington junto com o marido, em novembro do ano passado. A informação oficial foi a de que ela não quis trocar a escola do filho no meio do ano letivo (nos Estados Unidos, o ano letivo começa em setembro). Como julgou que as respostas da primeira dama em entrevistas foram treinadas com a assessoria de imprensa, a documentarista resolveu analisar o comportamento dela nas fotos espontâneas.  “Ela está totalmente desconectada da vida de uma pessoa comum, tenho a sensação de que para ela ser a primeira-dama é seu pior pesadelo”.

[+] Saiba mais aqui